Espetáculo Acorda, Alice!…através da Tela, reestreia em curta temporada

0
100
Foto: Gabriela Burdman

O espetáculo “Acorda, Alice!…através da Tela”, do Coletivo A.CORDA, sob direção de Juliana Sanches, que fez duas temporadas de sucesso em São Paulo no Teatro de Container, na Santa Efigênia, e na Vila Maria Zélia, desde 2019, reestreia nesta quinta, 18 de março, nova montagem online.

Em curta temporada, pela plataforma Sympla Streaming, com ingressos gratuitos, a nova temporada que reúne em cena 24 atrizes, é resultado de fomento da lei Aldir Blanc.

blank
A corda Alice
Foto: Gabriela Burdmann

Composto por 24 mulheres, o espetáculo “Acorda, Alice!…através da Tela”, do Grupo XIX de teatro, resulta do trabalho de co-criação das atrizes sobre as obras de Adélia Prado, Ângela Davis, Carolina de Jesus, Hilda Hilst, Jane Austen, Simone de Beauvoir, Virgínia Woolf, Virginie Despentes, etc, em uma reflexão sobre os encaixes e desencaixes de padrão de idade e gênero na vida mulher.

As cenas, sob a perspectiva e vivência de cada atriz estimulam o diálogo entre “mulher e o tempo”.

“Fazer Arte hoje, nesses tempos tão tristes, com tantas perdas, se faz mais do que necessário, é um ato de esperança e fé. Nesse sentido, reestrear o A Corda, Alice! Através da Tela é a afirmação dessas vozes femininas marcando esse tempo, na tentativa de dias melhores, mais femininos, uma busca em alcançar outro tempo: uma tempa”, explica Juliana Sanches.

Serão ao todo 8 apresentações, que acontecerão remotamente entre os dias 18 e 28 de março, sendo às quintas e sextas-feiras às 21 horas e aos sábados e domingos às 17 horas.

Nas apresentações das sextas, dias 19 e 26 de março, os recursos de tradução simultânea em Libas – Língua Brasileiras de Sinais, legendas e audiodescrição estarão disponíveis ao público.

No mês em que celebramos o Dia Internacional da Mulher e em tempos de lockdown, ir ao teatro remotamente pode ser um sopro de esperança que só a arte é capaz de proporcionar, além de um afago na alma proporcionado por essas mulheres. Imperdível!

Comente com o Facebook