Caminhoneira trans Marcela Porto, madrinha da Unidos da Ponte cogita desistir de desfilar

0
27
A caminhoneira Marcela Porto, conhecida como Mulher Abacaxi, já pensa em desistir de desfilar este ano. Ela é madrinha da Unidos da Ponte e está com medo da explosão de novos casos de Covid-19, causados pela variante Ômicron.
Estou com medo de desfilar com essa nova onda de Covid-19 e influenza. Amo carnaval. É a maior festa da terra, movimenta o turismo e a economia. Além disso, é uma cultura que vem do povo. Porém saúde em primeiro lugar claro”, disse.
Marcela ainda não decidiu se irá desfilar.
“Vamos ver como será o controle. Se houver segurança, eu desfilo. Sou contra cancelar o carnaval, temos que para os cultos das igrejas, centros espíritas, shows, futebol, boates, bares e outros lugares que tem aglomeração. Caso cancele só o carnaval, será perseguição com uma cultura do povo, algo político”, acredita.
Fotógrafo Samuel Rodrigues
Comente com o Facebook